Páginas

6 de ago de 2015

Crypoescudo - A moeda portuguesa do século XXI

Depois de experimentar várias moedas digitais, entre elas Bitcoin, Litecoin, Dogecoin, Digibyte, DigitalCoin, FeatherCoin, SambaCoin, Guarany e entre outras moedas extravagantes, para não dizer SCAM, conheci o CryptoEscudo, no começo achei que era mais uma e não dei muita importância.

Mas após um bom tempo, um ano por sinal, redescobri ela, comecei a participar do forúm e a entender de verdade que o objetivo de sua criação tem conceitos honestos e que são pretensiosos mas não impossíveis.

A pretensão maior é a primeira vista utópica, "Pagar a dívida pública portuguesa", como se fosse fácil, mas ao me aprofundar em seus conceitos e a participação no fórum me ajudou nisso, entendi que a pretensão é a primeira qualidade que um vencedor precisa, imagine você se Airton Senna, não fosse pretensioso em treinar exaustivamente em pista molhada, ele não seria o melhor corredor de Fórmula 1 em pistas nessas condições extremas, diga-se de passagem ainda não surgiu alguém tão habilidoso em pistas molhadas, muito menos Anderson 'Spider' Silva, não tivesse a pretensão de brincar (alguém poderia dizer desrespeitar, mas não vem ao caso agora), com seus adversários nunca teríamos assistido suas "patadas" nocauteadoras, assista a luta Anderson Silva versus Victor Belfort e saberá o que estou dizendo.

Essa pretensão utópica analisada com o histórico do Bitcoin, que para quem não sabe, surgiu de um 'investimento' quase nulo, apenas com uma idéia, codificação e uma grande pretensão, que é ser usado para pagamentos digitais onde a transferência pode acontecer em qualquer lugar do mundo até mesmo no espaço e é tangível.

Hoje o Bitcoin é copiado, odiado e amado, suas pretensões eram apenas pretensões a 6 anos atrás, e também a primeira vista utópicas mas hoje está ai para quem quiser ver e usar.

O CryptoEscudo tem uma vantagem sobre o Bitcoin, que é ser mais pretensioso ainda.



Nenhum comentário:

Postar um comentário